Cha Preto com Bolacha - (Vagner Albuquerque)


Quinta-feira , 29 de Setembro de 2005


More Helena meirelles

 

A violeira Helena Meirelles, 81, em Campo Grande (MS), vítima de parada cardíaca.

Ela estava em sua casa, depois de ter recebido alta na última terça-feira da Santa Casa da cidade, onde havia ficado internada durante treze dias, vítima de pneumonia aguda grave. Durante a internação, Helena chegou a dar entrada no Centro de Terapia Intensiva.

Nascida em Campo Grande (MS), a autodidata Helena Meirelles começou a animar as festas da região aos oito anos de idade, mas começou a tocar profissionalmente apenas aos 68 anos.

Em 93, gravou seu primeiro CD, pela Eldorado, com o qual recebeu o prêmio de artista revelação da revista americana "Guitar Player", que a comparou com astros da guitarra como Keith Richards, do Rolling Stones, e Eric Clapton. Depois, vieram "Flor da Guavira" e "Raiz Pantaneira".

fonte: http://musica.uol.com.br/ultnot/2005/09/29/ult89u6005.jhtm

Escrito por Vagner às 10h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

Terça-feira , 27 de Setembro de 2005


Morre o melhor humorista brasileiro

Morre aos 76 Ronald Golias, um dos pioneiros da TV brasileira; veja biografia e fotos do humorista

O comediante Ronald Golias, 76, morreu na madrugada desta terça-feira em São Paulo, vítima de infecção generalizada proveniente de infecção pulmonar. Ele estava internado desde o dia 8 no Hospital São Luiz, no Morumbi (zona oeste).

Golias foi um dos pioneiros da TV brasileira. Criador de personagens que se tornaram célebres na telinha, sua biografia se confunde em muitos momentos com a história da televisão no Brasil.  

Nascido em 1929 na cidade de São Carlos, no interior de São Paulo, Golias começou a carreira artística nos anos 40, quando participou de um grupo de acrobacias aquáticas, o Aqualoucos. Antes disso chegou a trabalhar como alfaiate e funileiro.

Nos anos 50 ingressou no rádio onde conheceu Manuel da Nóbrega (pai de Carlos Alberto da Nóbrega) que em pouco tempo o levou para a telinha para trabalhar no humorístico "Praça da Alegria". Pacífico, seu primeiro personagem marcante da televisão, nasceu em 1956 e se tornou famoso com o bordão "ô Cride".

No cinema estreou em 1957 na comédia "Um Marido Barra Limpa", de Luís Sérgio Person. Dois anos mais tarde participou de chanchadas como "Os Três Cangaceiros", onde contracenou ao lado de Ankito e Grande Otelo.

Em 1967 levou para a televisão seu personagem Bronco, que já fazia sucesso no cinema. Carlos Bronco Dinossauro estreou no humorístico "A Família Trapo", da TV Record, e acabou se transformando no mais divertido e atrapalhado personagem do seriado.

Uma curiosidade de sua carreira foi ter apelidado Silvio Santos de "peru", alcunha que na década de 70 se popularizou a ponto de o apresentador ficar conhecido como "o peru que fala".

Nos últimos anos podia ser visto na tela do SBT em programas como "A Praça É Nossa", onde interpretava Pacífico, e "Meu Cunhado", humorístico que ressuscitou seu personagem mais famoso, o Bronco.

fonte: http://televisao.uol.com.br/ultnot/2005/09/27/ult698u9202.jhtm

 

Escrito por Vagner às 09h22
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: