Cha Preto com Bolacha - (Vagner Albuquerque)


Segunda-feira , 14 de Setembro de 2009


Ser locutor era sonho de criança de Ramão Achucarro

Ramão Achucarro.        

                                 

Juca Ganso.

Na foto acima  Juca Ganso diz que desde criança brincava de rádio com o irmão

Trabalhar como radialista era um sonho de criança de Ramão Achucarro, que em 2008 completou 50 anos como locutor e morreu nesta quinta-feira 20/08/2009. Ele estava internado no Hospital do Câncer.

O sonho dele foi revelado pelo irmão, Carlos Achucarro, 80 anos, também radialista, o "Juca Ganso", mas um personagem da história do rádio em Mato Grosso do Sul. “Ele realizou um sonho de criança. A gente brincava de rádio quando éramos criança”, disse Juca.

Os irmãos nasceram em Ponta Porã e ainda muito pequenos vieram com os pais para Campo Grande, onde se estabeleceram. Ramão trabalhava na Rádio Difusora e ficou conhecido pelo trabalho nos programas “A Hora do Fazendeiro”, “Entardecer no Sertão” e “Despertador Musical”.

Juca conta que Ramão foi quem o levou para a área. Falou ainda que Ramão se dedicava muito à profissão. “A vida dele era a rádio. Ele se dedicava em tempo integral”.

Para Juca, Ramão prestou um grande serviço à sociedade nos programas que era responsável. Ele deixa a esposa, dois filhos e três netos. A esposa estava no velório, mas, muito abalada, não quis dar entrevista.

Para o radialista Wilson Aquino, a morte de Ramão é uma perda muito grande para a classe. "Ramão é um exemplo como profissional para outros trabalhadores da área".

Wilson disse ainda que a morte dele “vai deixar muita saudade”. “A lacuna que abre vai ser difícil de ser preenchida, principalmente no meio sertanejo”.

De acordo com José Francisco Bacaro, diretor comercial da rádio Mega 94,3, Ramão era uma espécie de “faz tudo” no estúdio. Segundo José Francisco, as atividades feitas por vários profissionais no estúdio, Ramão sabia fazer sozinho. Na época que Ramão começou o trabalho era muito manual, não havia a tecnologia que existe hoje.

O sepultamento de Ramão está marcado para as 16h30 no cemitério Parque das Primaveras, local onde é realizado o velório.

Ramão nasceu em 29 de agosto de 1930 e completaria 79 anos

Escrito por Vagner às 22h00
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: